INFLUÊNCIA DA COR SUPERFICIAL NO PROCESSO DE CURA DO CONCRETO

O processo de cura do concreto, que consiste na hidratação do cimento, é importante na redução da retração do concreto e garantindo a resistência final de projeto, obtendo assim um concreto durável conforme as especificações. Observando os procedimentos de cura usualmente aplicados nas obras em Cuiabá/MT, verificou-se que muitas vezes este não é realizado, ou então executado de maneira pouco eficaz. Nesta pesquisa está sendo proposta a aplicação de pintura superficial como método de processo de cura, sendo assim este artigo tem por objetivo aplicar o conceito físico das trocas de energia na superfície, buscando otimizar e facilitar a aplicação da cura no canteiro de obra. Para realização dos ensaios foram confeccionados corpos de prova de concreto, e após a pega foram pintados em diferentes cores, considerando que as cores claras absorvem menos radiação solar que as mais escuras, utilizou-se as cores branca, verde, preto e também sem pintura como parâmetro de comparação. Após 28 dias de exposição ao sol, foram realizados os ensaios de resistência à compressão axial, sendo que conforme hipótese levantada a amostra com a pintura na cor branca apresentou melhor desempenho.

CARVALHO, A. S. M. ; VALIN JR, M. O. ; OLIVEIRA, A. S. . Influência da cor superficial no processo de cura do concreto. In: Encontro em Engenharia de Edificações e Ambiental, 2015. Anais do 3° Encontro de Engenharia e Edificações Ambiental, 2015. v. 3.