RELAÇÃO ENTRE O AMBIENTE URBANO E O RURAL NA CURA DO CONCRETO

O presente trabalho tem como objetivo analisar os dados de temperatura e umidade do ar relacionados com a cura do concreto realizada nos municípios de Santo Antônio do Leverger (predominantemente rural) e no município de Cuiabá (predominantemente urbano). Os dados foram coletados utilizando dataloggers de temperatura e umidade colocados juntos das amostras de concreto produzidas em mesmo lote (amassada). Os resultados obtidos mostram uma diferença de quase 5 MPa a mais no ambiente rural em comparação ao urbano, sendo que na média o rural apresentou 15% a mais de umidade relativa do ar e 2°C a menos na temperatura. Com esses dados, percebe-se que o uso e ocupação solo podem interferir tanto nas características higrotérmicas de uma região para outra quanto na qualidade e durabilidade do concreto. Palavras-chave: Cura do concreto. Microclima. Temperatura do ar. Umidade relative do ar.

VALIN JR, M. O.; RAMOS, G. U. C. RELAÇÃO ENTRE O AMBIENTE URBANO E O RURAL NA CURA DO CONCRETO In: 4º Encontro em Engenharia de Edificações e Ambiental, 2016, Cuiabá. 4º Encontro em Engenharia de Edificações e Ambiental. Cuiabá: UFMT, 2016.